como lavar e cuidar das peças

A malha de algodão pima é muito mais resistente e durável do que os tecidos de algodão convencional devido às fibras extra-longas das plumas, evitando que o tecido esgarce, encolha ou forme bolinhas. No entanto, assim como qualquer fibra natural, o algodão pima também sofre com calor excessivo, atrito e excesso de produtos químicos. É importante cuidar bem das suas peças para que elas durem por muitos anos com suas características preservadas.

As instruções de lavagem estão especificadas nas informações de composição estampadas nas peças, mas trazemos aqui também esses cuidados para te ajudar no dia-a-dia. E se ainda restarem dúvidas, escreve pra gente! 

1. O uso de produtos químicos
Quanto mais você puder evitar o uso de agentes químicos nas suas peças (ou em qualquer peça de roupa), melhor. Isso porque detergentes, amaciantes e branqueadores deixam resíduo nas fibras e podem causar alergia principalmente em bebês e crianças, cuja pele é mais sensível do que a nossa.

Para a lavagem das nossas peças, recomendamos o uso de sabão de côco. Verifique sempre o rótulo do produto para entender quais ingredientes são utilizados na composição do sabão. Se você não entender a maioria dos ingredientes da lista, cuidado: quanto mais extensa a lista de ingredientes desconhecidos, mais química é a fórmula do produto. 

Há no mercado marcas sustentáveis e seguras para lavar as roupas do seu bebê e preservar as fibras do algodão pima, como a Biowash. Uma outra alternativa é fazer seu próprio sabão de côco em casa (é menos trabalhoso do que parece, e custa muito menos!). 

Além de cuidado com o sabão, recomendamos um cuidado redobrado no uso de amaciantes. Esse tipo de produto é contraindicado para uso nas peças de roupa das crianças, pois as fragrâncias ficam impregnadas nas fibras causando alergias e alterando as características do tecido. Uma alternativa é usar vinagre de álcool ou vinagre de vinho branco (pois são incolores) no lugar do amaciante. O ácido acético do vinagre tem propriedades antifúngicas, elimina resíduos de sabão, amacia sem deixar odor e ainda ajuda peças novas a não desbotarem.

2. A forma de lavagem e secagem
O algodão pima é resistente e durável, podendo ser lavado à máquina. Um cuidado importante para preservá-lo é não utilizar água muito quente (máximo 40ºC), que pode queimar as fibras e deixá-las ásperas com o tempo. Outra dica importante é sempre usar os sacos protetores de roupas delicadas. Eles impedem que as peças tenham atrito com o tambor da máquina, o que pode romper as fibras e esgarçar o tecido.

Se você optar por lavar suas peças à mão, tenha atenção ao enxágue: é importante remover muito bem o sabão para que não acumule resíduo com o tempo. Além disso, cuidado ao torcer a peça para não deformá-la. Se preferir, você pode usar a função de centrifugar da máquina, colocando sua peça previamente lavada em um saco para roupas delicadas.

Por fim, é ideal que o algodão pima seja estendido no varal para secar, de preferência na sombra em local ventilado. No entanto, suas peças também podem ser colocadas na secadora, mas atenção à temperatura: utilize a temperatura mínima da sua máquina para evitar encolhimentos e não queimar as fibras, e ajuste a máquina para o tempo mínimo de secagem. Assim você não deixa a roupa do bebê exposta por tempo desnecessário ao calor excessivo da secadora.

3. Cuidados ao passar
Assim como na lavagem, é melhor evitar o uso de produtos químicos para passar suas peças. O algodão pima não necessita da "ajuda" de produtos para desamassar. Quando for passar as roupas do seu bebê, o ideal é usar um ferro a vapor em temperatura baixa: lembre-se que as fibras naturais do algodão sofrem com calor excessivo.

4. Guarde para o próximo bebê ou doe
passalinho acredita que roupa não é descartável: por isso apostamos em matéria-prima de altíssima qualidade, costuramos todas as peças com muito cuidado e fazemos um controle de qualidade rigoroso. A indústria da moda precisa se tornar mais sustentável e responsável, garantindo um futuro melhor para as nossas crianças e o nosso planeta.

Quando seu bebê crescer e já não conseguir usar as roupinhas que você comprou com tanto carinho, guarde com cuidado para um próximo bebê que chegue na família ou doe para uma criança que possa aproveitar.

Para guardar peças do enxoval do seu bebê tenha os seguintes cuidados:

  • Lave com sabão de côco. Qualquer sujeirinha, depois de um tempo guardada, se transforma em uma mancha mais difícil de remover.
  • Tenha a certeza de que a roupa esteja bem seca antes de guardar, para evitar mofo.
  • Embrulhe as peças em papel de seda e guarde em caixas que permitam ventilação. Não utilize sacos plásticos que facilitam a formação de mofo.

Se você preferir doar suas peças e não tiver ainda uma instituição de preferência, fale com a gente pelo WhatsApp ou por e-mail. Teremos prazer de recomendar uma instituição séria para doação ou até mesmo recolher suas peças e encaminhar para uma criança que precise.