nosso algodão

Galho natura com flores brancas de algodão O Algodão Pima (Gossypium Barbadense) é uma espécie de algodão que cresce em pouquíssimos locais cuja temperatura e umidade são bem específicas e estáveis o ano inteiro, e por isso representa apenas 5% da produção mundial de algodão. O algodão usado nas nossas peças vem do Peru, o principal país no cultivo dessa planta tão especial.


A grande diferença entre o algodão pima e o algodão convencional se dá pela característica das fibras. Enquanto o algodão convencional tem fibras curtas, de até 32mm, o pima tem fibras extra longas que chegam a atingir 41mm. Essas fibras mais longas permitem que durante o processo de fabricação da malha sejam feitas menos "emendas", e por isso o toque do tecido é tão macio e sedoso. Isso também permite que o tecido dure mais, pois é mais resistente à lavagens e à formação de bolinhas.

É importante saber também que a colheita do algodão pima é manual, ou seja, os trabalhadores do campo colhem as plumas de algodão uma a uma. É um trabalho muito cuidadoso que preserva as características das fibras, evitando que impurezas do solo se misturem às plumas.

O algodão da passalinho também é orgânico, ou seja, nenhum tipo de pesticida ou agrotóxico é utilizado no plantio e na colheita. É por isso que nosso algodão é naturalmente hipoalergênico, totalmente seguro para os bebês. Além disso, evitando o uso de produtos químicos nos campos, estamos cuidando da saúde dos trabalhadores rurais e do futuro do nosso planeta.

Para garantir que estamos trabalhando com uma fibra realmente orgânica, cultivada sem químicos tóxicos, exigimos do nosso fornecedor de tecido a certificação GOTS (Global Organic Textile Standard). Essa certificação assume uma série de critérios de preservação ambiental e responsabilidade social, exigindo da indústria um controle rigoroso da produção do algodão desde o plantio à fabricação dos tecidos orgânicos.